O que você precisa saber para curar (ou disfarçar) a ressaca

2014-01-06 Tudo o que você precisa saber para curar ou disfarçar a ressaca

Durante a festa de réveillon é uma maravilha: brindes, goles animados, celebração. Mas a ressaca do dia 1º é capaz de levar por água abaixo toda a alegria da noite anterior. Para ajudar a curar os males da bebedeira (ou pelo menos disfarçá-los), listamos o que fazer:

BEBA, SÓ QUE ÁGUA: “Basicamente, a palavra de ordem após uma noite de exageros alcoólicos é hidratação! Água mineral natural e água de coco, rica em potássio, são as melhores aliadas. Vale também intercalar com sucos de frutas naturais. E evite alimentos muito salgados. O sal pode aumentar ainda mais a sede e, consequentemente, as dores de cabeça devido à desidratação”, afirma Carla Cotta, nutricionista funcional do Equilibrium SPA da Mente.

MISTURAS QUE AJUDAM: “No dia após a bebedeira, a alimentação deve ser o mais natural possível, intercalada com a ingestão de água alcalina e chá de ervas. Ao acordar, beba um copo de água alcalina aromatizada (1 litro de água, uma colher de sopa de sal amargo comprado em farmácias, limão e gengibre ralados e folhas de hortelã). O gengibre ativa o metabolismo e reduz as náuseas, já a hortelã tem efeito terapêutico no estômago e combate as dores abdominais. Beba essa mistura ao longo do dia. E também consuma frutas que têm bastante água, como abacaxi, melão e melancia e kiwi. Para o tempero da salada do almoço, vale investir em um molho feito com vinagre de maçã, azeite, coentro e flor de sal. À tarde é bom tomar um suco feito com um copo de água de coco, tangerina e cerejas frescas”, sugere a nutricionista Luciana Harfenist.

SAI PRA LÁ, TENTAÇÃO!: “É normal sentir vontade de consumir doces ou bebidas adocicadas como Coca-Cola, mas é bom evitá-los. Esses alimentos até trazem um bem-estar por causa da alta concentração de açúcar, que gera uma energia rápida. Mas quando houver novamente a queda de glicose, os sintomas da ressaca poderão voltar mais fortes ainda, por isso é indicado que o nível de glicose no corpo volte a subir gradualmente e de modo devagar”, afirma a nutricionista Patrícia Davidson.

LISTA DE COMPRAS: “É sempre bom termos por perto um estoque de ingredientes com capacidade de reduzir o efeito nocivo do álcool”, afirma Pedro Asbeg, autor de “Beber, comer, sobreviver — Cozinhando de ressaca”. Abaixo, ele lista dez itens que qualquer apreciador de drinques deveria ter em casa:

1) Água: Hidrata o organismo e equilibra volume dos líquidos perdidos pelo corpo;

2) Isotônico: repõe sais minerais como sódio e potássio, fornece energia devido aos carboidratos e hidrata o corpo;

3) Chá de boldo: proporciona o alívio de infecções intestinais e muitos outros sintomas da ressaca;

4) Macarrão integral: fornece nutrientes energéticos a serem absorvidos de forma mais lenta que o macarrão produzido com farinha branca, deixando os níveis de glicose no sangue mais equilibrados;

5) Ovo: apesar de ser rico em gordura, fornece energia, proteínas e nutrientes que ajudam na desintoxicação do organismo;

6) Pimenta: além de ser um analgésico natural, é antioxidante e melhora a circulação;

7) Maçã: protege e melhora a capacidade de desintoxicação do fígado por ser rica em vitaminas, além de facilitar a digestão e ter pouca gordura.

8) Beterraba: quando ingerida crua, ajuda a desintoxicar o fígado e diminuir a dor de cabeça, além de fornecer importantes carboidratos.

9) Brócolis: acelera a desintoxicação do fígado.

10) Cerveja: considerando que a ressaca é também uma síndrome de abstinência ao álcool, aquela “cervejinha para rebater” pode ajudar a recuperar seu humor e seu ânimo com a vida. Além disso, a cerveja fornece sais minerais e levedo, que contém vitamina B12.

MEXA-SE E VÁ PRA SAUNA!: “Embora alguns medicamentos ajudem a minimizar os estragos produzidos pelo álcool, como aqueles que unem analgésico (contra dor de cabeça), antiácido (contra a queimação no estômago) e antiemético (contra enjoos), lembre-se de que a ressaca é causada pelo excesso de toxinas que sobrecarregam o fígado. Assim, consumir mais droga só irá piorar o funcionamento hepático. Para otimizar a eliminação de toxinas, pode-se fazer exercícios leves ou sauna, que elimina as toxinas através do suor. Se possível, faça uma drenagem linfática para ativar a circulação sanguínea”, afirma a nutricionista Isabel Jereissati.

DISFARCE AS OLHEIRAS: são várias as técnicas. “Os chás são ótimos para amenizar os efeitos da ressaca, principalmente os de camomila. Isso porque ele tem ação calmante e anti-inflamatória, ajudando a diminuir a pigmentação escura das olheiras. Coloque dois saquinhos na água fervente e deixe o chá ser preparado. Quando pronto, leve-o à geladeira. Aplique os saquinhos na região das olheiras por cerca de 10 minutos”, sugere a dermatologista Gabriella Vasconcellos, da Clínica Goa Health Club.

REVITALIZE O ROSTO: A dica da coordenadora técnica do W Spa, Lôua Unger, é misturar 100ml de água com 2 colheres de sopa cheia de fubá. “Aplique em movimentos circulares e suaves na face. O fubá é um emoliente poderoso e, além de esfoliar, essa receitinha irá hidratar a pele. Por ser uma área sensível, faça movimentos suaves, nada de força!”, explica. Já a dermatologista Karla Assed sugere uma compressa de água termal muito gelada ou máscara feita com iogurte natural gelado, sem sabor: “basta deixar por 10 minutos e retirar”.

FLORAIS: a terapeuta floral Marcia Rissato, formada pelo Instituto Bach do Brasil, indica o floral Olive: “Este é um verdadeiro revitalizador de energias que poderá ser usado depois da festa, quando você estiver cansado ou desvitalizado, sentindo-se sem energia vital. Borrife o aroma na sua casa ou trabalho e se sentirá mais disposto e com ânimo”, explica.

Fonte: O Globo

  • Compartilhe:
  • Pin It