3 Investimentos Essenciais Para Elevar Sua Empresa

Muito se fala sobre como começar empresa ou características do empreendedor, porém frequentemente percebemos que empresas já estabelecidas possuem certa dificuldade na hora de ir para o próximo patamar.
Mas afinal qual é o próximo passo?
Pode ser desde a contratação do primeiro funcionário até a criação de uma 2ª loja, a moral da história é que, gerenciar o crescimento de uma empresa é um desafio tão grande quanto começá-la, por isso hoje falaremos sobre 3 investimentos essenciais em que você precisa ficar de olho na hora de dar um passo rumo à expansão da sua empresa:

Investimento 1: Marketing
É razoavelmente comum vermos casos de empresas iniciantes em que os clientes simplesmente “aparecem”, seja através de indicações de outros clientes ou mera “sorte de principiante”. Os primeiros clientes caem do céu e o empreendedor fica com a impressão de que será fácil conseguir mais clientes, mas em algum momento os limões ao redor do limoeiro já foram catados e você precisará pegar uma escada para pegar os que ainda estão nos galhos. Em termos mais técnicos, em determinado instante os canais de aquisição irão saturar, por isso você precisará investir em novos canais de aquisição de clientes através de uma boa estratégia de marketing.
Apesar de ser inevitável, a saída não é necessariamente sair comprando propaganda para aumentar a clientela, investir em marketing significa repensar a sua estratégia e definir diversas táticas, incluindo, mas não se resumindo à compra de anúncios.

Investimento 2: Assessoria jurídica
Conforme sua empresa cresce, ela se envolve em operações cada vez mais complexas, o que torna necessária uma excelente assessoria jurídica. Uma área particularmente complicada é a trabalhista, em que mais funcionários invariavelmente elevam o risco de algum tipo de reclamação.
Por sinal, antes que eu acabe me enrolando e recomendando algo sem embasamento, minha dica é: consultar um advogado de confiança antes de qualquer grande passo vai te economizar muita dor de cabeça.
Nessa área, recomendamos conferir os serviços Maria Silesia Pereira Advogados (clique)

Investimento 3: Seguros
Da mesma forma que o aumento das operações pede uma assessoria jurídica, uma empresa maior está mais exposta a imprevistos, nessa hora que bons seguros irão economizar muita dor de cabeça. Desde lojas que terão mais material para proteger, até prestadores de serviços com muitos vendedores andando com notebooks e tablets na rua, chega o momento em que o risco se torna relevante e prevenir se torna muito melhor do que remediar.
Logicamente cada tipo de empresas terá demandas diferentes, mas seguem algumas recomendações de coberturas para exemplificar:
§ Veterinárias e pet shops – Responsabilidade civil para cobrir danos causados aos animais
§ Escritórios – Proteção a danos a equipamentos eletrônicos e reposição de registros e documentos perdidos ou danificados
§ Escolas – Danos a portões causados por impacto de veículos ou vendavais
§ Consultórios e clínicas – Garantir equipamentos médicos e odontológicos em caso de subtração
§ Salões de cabeleireiro – Pagamento das despesas fixas em caso de incêndio, explosão e fumaça
§ Bares e restaurantes – Garantir bens e valores dos clientes
§ Estacionamentos – Danos causados por colisão dentro do local e responsabilidade civil em caso de danos causados a terceiros, como o roubo de veículos dentro do estabelecimento

Conclusão:
Assim como qualquer outro objetivo relevante, levar sua empresa ao próximo patamar não é algo fácil. É como dizem: seu sucesso começa onde termina sua zona de conforto. Exatamente por isso ter responsabilidade na hora de investir no crescimento é fundamental, da mesma forma que um adolescente necessita de cuidados diferentes de uma criança grande, uma empresa maior terá uma realidade bem diferente de quando estava só “na garagem”.


Texto adaptado a partir do artigo original de Millor Machado

  • Compartilhe:
  • Pin It