Doença da Tireoide

tireoide

Um tema que chama a atenção pela importância em se fazer um diagnóstico precoce e que muitas vezes não é lembrado é o hipotireoidismo, ou seja, uma diminuição da produção de hormônios essenciais ao organismo, produzidos pela tireoide, que é uma pequena glândula situada na região anterior do pescoço.
Os sintomas do hipotireoidismo muitas vezes passam despercebidos e podem incluir cansaço, fadiga, aumento de peso, constipação intestinal, queda de cabelo, pele seca, intolerância ao frio, diminuição de reflexos, alterações da memória, depressão e até demência.
O hipotireoidismo pode ser subclínico, isto é, quando há poucos ou nenhum sintoma, mas já existem alterações bioquímicas detectáveis em um simples exame de rotina.
A população de maior risco para o hipotireoidismo inclui as mulheres, os idosos e os indivíduos que possuem história familiar da doença.
É importante lembrar que o hipotireoidismo também leva a um aumento do risco cardiovascular devido ao aumento dos níveis séricos do colesterol total e do LDL – “colesterol ruim” – e à diminuição do HDL – “colesterol bom” – aumentando assim a prevalência de aterosclerose, elevação da pressão arterial e da incidência do infarto do miocárdio e AVC isquêmico.

Tireoide

Dra. Eliane Beuren, MD, PhD
Especialista em Geriatria, Medicina do Trabalho e Clínica Geral.
clinicabeuren@terra.com.br

  • Compartilhe:
  • Pin It